PUBLICIDADE:

Gmad - Operario - Setor 1

PUBLICIDADE:

Tio Mucufa - Operário - Setor 2

Por conta de rival da Série C, OFEC enfrenta problemas em registro

Lateral do Fantasma segue sem liberação de documentação

Por: Felipe Gustavo em 13/02/2018 06:54:51 atualizado em 13/02/2018 07:20:50
Léo estava no Náutico antes de chegar a Vila Oficinas - Foto: Léo Lemos/Náutico

Léo estava no Náutico antes de chegar a Vila Oficinas - Foto: Léo Lemos/Náutico

PUBLICIDADE:

Centro Europeu - Operário - Setor 3

O último jogador a desembarcar em Vila Oficinas para a temporada 2018 também deve ser o último a estrear com a camisa do Operário Ferroviário. O lateral direito Léo, de 24 anos, ainda não está regularizado na CBF e a diretoria alvinegra enfrenta problemas para conseguir a liberação do atleta.

Em entrevista ao Net Esporte Clube, o diretor do Fantasma, Paulo Balansin, detalhou o imbróglio que envolve o Operário e o Náutico (clube em que o lateral estava até o início do ano).

"A questão da documentação do Léo é jurídica. O Náutico tem muitos problemas na justiça e o Léo teria vínculo lá até maio. Por conta desses problemas do Náutico, o Operário está precisando provar na Justiça do Trabalho que não há envolvimento de dinheiro na negociação do jogador", esclarece Balansin.

A tendência, de acordo com a diretoria, é que o lateral não entre em campo nos próximos 15 dias. Esse período também envolve o tempo de recuperação física do atleta.

Léo era um dos sonhos de contratação do Fantasma desde o ano passado. "Desde que ele foi campeão estadual pelo Novo Hamburgo, nós o queríamos aqui. Vai ter uma briga muito boa com o [Danilo] Baia. Mas isso é bom para o Operário e para o Gersinho", finaliza Balansin.

PUBLICIDADE:

Lojas MM - Setor 7 - Operário

© 2014 - Net Esporte Clube - Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por:ARS Technology ARS Technology